sábado, 9 de maio de 2009

PAC DO CACAU: PRODUTOR GANHA MAIS PRAZO E CARÊNCIA

Os produtores de cacau que contraíram empréstimos do Programa de Recuperação da Lavoura Cacaueira Baiana terão prazo maior para pagar as dívidas. O prazo será dilatado de 12 para 20 anos, com carência de oito anos para pagamento.

A reivindicação foi apresentada durante a instalação da Câmara Setorial do Agronegócio Cacau (confira aqui e aqui) e atendida pelos agentes de crédito Banco do Brasil, Nordeste e Desenbahia.

MEC reconhece curso de Direito da FTC Itabuna

O Ministério da Educação (MEC) publicou decreto no Diário Oficial da União desta sexta-feira (08), a Portaria nº. 653, de 7 de maio, reconhecendo o curso de Direito da FTC (Faculdade de Tecnologia e Ciência) de Itabuna. Fonte: Correio

Estado da Bahia terá R$ 197 milhões em maio

A participação do governador Jaques Wagner no 10º Fórum de Governadores do Nordeste, realizado nesta sexta-feira, 8, em Natal, teve como resultado prático a assinatura da “proposta firme”, documento celebrado entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Estado, formalizando o empréstimo de R$ 375 milhões e apressando sua liberação.

A Bahia vai receber os recursos em duas parcelas, a primeira de R$ 197 milhões a ser disponibilizada neste mês. A segunda em 30 dias. O esforço do governo Wagner agora será para aprovar, o mais rápido possível, a autorização do empréstimo na Assembleia Legislativa.

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Secretário apresenta projeto do Porto Sul

O secretário de Indústria, Comércio e Mineração, Rafael Amoedo, e o secretário de Meio Ambiente, Juliano Matos, apresentaram nesta quinta, em Ilhéus, o Projeto Intermodal, que inclui ferrovia, porto e aeroporto no município.

Com a implantação do projeto, o Governo do Estado quer dinamizar a geração de riquezas e desenvolvimento, que beneficiará as regiões oeste, sudoeste e sul.

A apresentação ocorreu no Centro de Convenções de Ilhéus e reuniu políticos, empresários e ambientalistas. O projeto Intermodal inclui a Ferrovia da Integração Leste-Oeste, o Porto Sul Bahia e o novo Aeroporto Internacional.

A previsão é de que sejam investidos R$ 4,8 bilhões e que as obras sejam iniciadas ainda neste ano.